BACK DOOR Carta de notícias em Timor Leste
Índice principal (português) | Página de casa | Tetum língua | Língua de Indonésia

BACK DOOR Carta de notícias em Timor Leste

Notícias, editorial e documentos em Português


Atualiza: 2 de junho de 2005
Índice principal (português)

31 maio 2005 Publico: Primeiro-ministro timorense chega hoje a Portugal [there's devil in the detail]
Notícias de 2 junho 2005
"Tem dito que não há acordo ainda com a Austrália sobre a partilha petrolífera do mar de Timor. José Ramos-Horta disse ao PÚBLICO (edição de 3/5) que se está à espera apenas da resolução de alguns "detalhes técnicos". Que detalhes são esses e quando vão ser negociados?" Publico
"Costuma-se dizer que é no detalhe que está o diabo. É bom não permitirmos que esse espaço seja ocupado pelo diabo. Todo o nosso esforço tem ido para encontrarmos uma solução criativa.” Mari Alkatiri, Primeiro-Ministro de Timor-Leste

18 maio 2005 JNS: A mentira australiana [the Australian Lie]
Notícias de 24 maio 2005
“é absolutamente mentira, não há acordo e a haver, os termos em que a televisão ABC anuncia, estaria totalmente contra as minhas orientações, portanto, seria nulo. Não há acordo!” Mari Alkatiri, Primeiro-Ministro de Timor-Leste

Fev 5 Lusa/Fim: Xavier do Amaral é o primeiro candidato presidencial
Notícias de 6 fevereiro 2002
"Francisco Xavier do Amaral, que em 1975 foi escolhido pela Fretilin como presidente de Timor-Leste, foi ontem nomeado como primeiro candidato nas eleições presidenciais marcadas para 14 de Abril próximo, confirmou a Comissão Eleitoral Independente (CEI). Xavier do Amaral, actual vice-presidente da Assembleia Constituinte e líder da Associação Social Democrata Timorense (ASDT), foi nomeado como candidato por uma das forças políticas mais pequenas, a PARENTIL (Partai Republik Nacional Timor-Leste), que não tem qualquer assento na estrutura timorense.  A nomeação foi apresentada na CEI às primeiras horas da manhã de ontem, o primeiro dos 19 dias previstos para a apresentação de candidatos partidários e independentes que contestarão o sufrágio de 14 de Abril." Lusa/Fim

Fev 5 Comissão de Acolhimento, Verdade e Reconciliação de Timor Leste
Link de 6 fevereiro 2002; Inglêsa, tetum, português e língua de indonésia.
Página de casa: http://www.easttimor-reconciliation.org/
"A Comissão é um mecanismo nacional independente que assistirá a reconciliação entre timorenses e procurará encontrar a verdade relativa à violação de direitos humanos cometidos entre 1974 e 1999. A Comissão foi inicialmente proposta pelo CNRT.  Posteriormente, estabelecida como uma comissão composta por representantes do CNRT, seis timorenses, ONGs, ACNUR e a divisão de Direitos Humanos da UNTAET. Esta Comissão deslocou-se à todos os distritos para auscultar a opinião pública em relação a ideia de criação da mesma.  Depois do Conselho Nacional ter aprovado o regulamento que estabelece a Comissão, este mesmo regulamento transformou-se em Lei em Timor Leste."

Fev 3 Lusa: Fórum Social debate Timor-Leste e dilema de aderir ou não a economia de mercado
Notícias de 5 fevereiro 2002
"A quatro meses de proclamar a sua independência e sair da administração das Nações Unidas, em 28 de Maio, os cerca de 800 de mil habitantes de Timor-Leste vivem um dilema que deve ser resolvido nas eleições gerais de Abril: aderir ou não à economia de mercado, à globalização. Este foi hoje o tema de um seminário do Fórum Social Mundial, em Porto Alegre, Brasil, debatido por cinco organizações não governamentais (ong) de Timor-Leste. Segundo Isildo Guterres Tilman, da ong Centro de Desenvolvimento Económico e Popular, há uma grande pressão internacional de empresas, bancos e organismos como as Nações Unidas, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial, entre outros, para que o país escolha o caminho da economia de mercado. A pressão, segundo ele, é muito mais do que verbal." Manuel Lume, enviado da Agência Lusa

Fev 3, 2002 ET NGOs at the World Social Forum in Brazil
Informações de 1 fevereiro 2002
"IBASE-INSTITUTO BRASILEIRO DE ANÁLISES SOCIAIS E ECONÔMICAS was the sole Brazilian NGO in East Timor last year, and I had the great opportunity to coordinate the project Sharing Experiences on Community Empowerment and Policy Development in partnership with Oxfam Australia-CAA. Now 10 Timorese NGOs will present a seminar at the WORLD SOCIAL FORUM. If you happen to come to Brazil for the WSF, please join us in the discussions that will follow the seminar." Regina Domingues,
Coordinator, Ibase Timor Leste Project, Brazil
"A CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA NAÇÃO: TIMOR LESTE: Timor Lorosa’e (Timor Leste) nasce em meio à globalização. Venha refletir e propor alternativas ao modelo econômico imposto ao mais novo país do terceiro milênio." Ibase, Oxfam Austrália-CAA, Women’s Political Caucus, Fokupers, La’o Hamutuk, Centre for Peace and Development, Labour Advocacy Institute, CDEP, KSI, Sah’e Institute for Liberation, Haburas, Yayasan Hak

Jan 25 OTL: A Indonésia arrasta o julgamento dos crimes cometidos em Timor Leste
Reportagem de 14 fevereiro 2002
"Quanto tempo a comunidade internacional vai conceder ao tribunal para apresentar resultados? Já passaram mais de dois anos sobre os factos. A total ausência de balizas favorece a estratégia de arrastamento. ... O julgamento não é vingança: “é indispensável para abrir caminho a uma verdadeira reconciliação em Timor Leste” afirmou a comissão de inquérito das NU, mas também para “encorajar as reformas democráticas na Indonésia e ajudar a evitar que os oficiais das FA responsáveis pela destruição de Timor Leste, a maior parte dos quais continuam a ter prestígio e poder, continuem a cometer atrocidades contra os cidadãos indonésios” (carta de 30 congressistas americanos a Colin Powell, 30-1-01)." Observatório Timor Leste

Jan 25 SGTTL: Contactos - o Gabinete do Chefe
Informações de 25 janeiro
"Temos o prazer de informar que o Gabinete do Chefe do Segundo Governo de Transicao de Timor-Leste terah, a partir de 28 de Janeiro de 2002, os seguintes contactos: Telefone: (+ 670 390) 3339502 E-mail: chefe.do.governo@timor-leste.minihub.org " Gabinete do Dr. Mari Alkatiri, Chefe do Segundo Governo de Transicao de Timor-Leste

Principal original
Dec 14 JSMP: Justiça na práctica: direitos humonos na administração do tribunal
Reportagem de 17 dezembro
"Este relatório examina a efectividade da administração do Painel Especial para Crimes Sérios do Tribunal do Distrito de Díli que tem sido criado pela Administração Transitória das Nações Unidas em Timor Leste (UNTAET). Essses Paineis especiais são mandatados para tratar dos crimes sérios cometidos durante a ocupação Indonésia, incluido a campanha de violência em 1999. As suas abilidades de ministrar justiça num clima justo e independente é vital para sustentar o decorrente processo de reconciliação. ... Para resumir as recomendações apresentadas aqui: plano estratégico compreensivo, baseado na total nescessidade de avaliação, deve ser uma prioridade. Isto deveria conduzir a reformas substanciais da administração, inclusive um melhoramento significativo da mobilização dos recursos e terinamento coordenado dos stafs de Timor Leste. Isto conclui de que sem uma estrutura administrativa lúcida, responsabilidades bem definidas, treinos adequados e assistência técnica, o novo sistema judicial de Timor Leste e os Paineis Especiais para Crimes Sérios continuarão a ser uma luta." Programa de Monitorização do Sistema Judicial (PMSJ)

Principal original
Dez 7 Assembleia Constituinte: Constituição - Texto Base:  [420KB PDF format]
ETAN U.S. Web: http://etan.org/etanpdf/pdf2/draftconpt.pdf
Inclusive: * Texto Base * Recomendações Das Comissões Temáticas * Recomendações Da Mesa Da Comissão De Sistematização E Harmonização * Observações
"PARTE VII: DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS: Artigo 151.º (Transformação da Assembleia Constituinte)
1. A Assembleia Constituinte transforma-se em Parlamento Nacional com a aprovação da Constituição da República.
2. O Parlamento Nacional tem no seu primeiro mandato, excepcionalmente, oitenta e oito Deputados." (page 129)

Dec 3 OTL: A Reconciliação
Reportagem de 18 dezembro
"Timor Leste chega à independência e são muitos os novos desafios. Após 24 anos de violência há muitas feridas a curar. A guerra contra a Indonésia envolveu Timorenses dos dois lados. Para que possam voltar a viver e enfrentar juntos o futuro, a reconciliação entre Timorenses é prioritária; mas poderá haver reconciliação sem justiça? Foi criada uma Comissão de Acolhimento, Verdade e Reconciliação. Qual a atitude dos dois lados perante a ideia de reconciliação? Como é que cada lado vê as condições necessárias para a reconciliação: verdade, desculpas e reparações, perdão? A reconciliação não é uma solução de facilidade." Observatório Timor Leste

Out 25 OTL: A Indonésia deixa o regresso dos refugiados nas mãos dos dirigentes pró-autonomia
Reportagem de 18 dezembro
"[refugiados] Os regressos aumentaram bruscamente quando alguns dirigentes que haviam defendido a autonomia na Indonésia decidiram aceitar a independência e voltar para Timor Leste levando consigo um grande número de refugiados. Representam mais de 75% dos repatriamentos desde 14 de Setembro o que evidencia o peso que os chefes de milícias/UNTAS continuam a ter sobre os refugiados em Timor Ocidental. Quanto ao poder indonésio, as suas hesitações e contradições mostram não só a sua falta de vontade de resolver um problema que causou, mas também falta de interesse em esclarecer o passado e evitar os mesmos erros no futuro." Observatório Timor Leste

Out 15 OTL: Saúde - a retirada das organizações internacionais começou
Reportagem de 1 dovembro
"O sector da saúde é um dos que mais beneficiou da ajuda internacional de urgência: pessoal técnico qualificado e relativamente abundante e elevado financiamento exterior, em particular no quadro do Trust Fund; mas essa situação chega ao fim. ... As diferenças de formação dos corpos de profissionais, o importado e o timorense, não facilitou um verdadeiro trabalho conjunto. ... Enquanto na fase de Administração das NU as ONG internacionais assumiam a direcção do serviço de saúde num sector, os médicos recrutados para a fase seguinte devem inserir-se no serviço de saúde dirigido por Timorenses e dar maior ênfase às suas funções de colaboradores. Este trabalho exige qualidades que não se limitam as qualidades técnicas da medicina. A comunidade internacional deve cumprir o que prometeu não só na construção dos edifícios e nos cuidados de saúde mas, sobretudo, na ajuda à implementação de serviços adaptados e sustentáveis, essencialmente na ajuda à formação de profissionais timorenses." Observatório Timor Leste

Ago 25 Xanana: "Aceitarei Ser Candidato Dos Partidos A Presidente"
Declaração de 29 agosto
"EU DECLARO AQUI E AGORA QUE ACEITAREI SER CANDIDATO DOS PARTIDOS A PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE TIMOR LOROSA’E, se os mesmos partidos demonstrarem o máximo compromisso para aceitarem quaisquer que forem os resultados das eleições. Isto significa que cada partido deve promover, nas suas estruturas de base, a política da tolerância e do respeito mútuo, dentro do espírito democrático que todos estamos empenhados a construir." Kay Rala Xanana Gusmão

Jul 20 OTL: As eleições para a Assembleia Constituinte e os Partidos Políticos
Reportagem de 26 julho
"As primeiras eleições livres de Timor Leste devem realizar-se em 30 de Agosto. A sua organização pertence ao Governo transitório das Nações Unidas que tiveram de realizar o recenseamento da população e o recenseamento eleitoral, registo dos partidos políticos e dos candidatos. Mais difícil é assegurar a paz a uma população que tem a recordação viva da destruição que se seguiu os resultados da consulta popular organizada pelas NU em 1999." Observatório Timor Leste

Jul 6 Público: Aglionby: Austrália e Timor Chegam a Acordo Sobre Petróleo
Notícias de 23 julho
"Díli recebe direitos sobre 90 por cento das reservas de Timor Gap. Timor Leste recebeu ontem um salva-vidas de muitos milhões de dólares ao chegar a um entendimento com a Austrália sobre a divisão das reservas de petróleo e gás no mar que divide os dois países. Após 15 meses de duras negociações, acordou-se que Timor Leste receberá 90 por cento dos resultados da exploração e a Austrália os restantes dez por cento. Isto poderá traduzir-se entre 4 mil milhões e 5 mil milhões de dólares (880 a 1100 milhões de contos) durante 20 anos, a partir de 2004. A Austrália, por sua vez, deverá receber quatro ou cinco vezes esse montante com a refinação de todo o petróleo e gás, uma vez que não se espera que Timor Leste consiga desenvolver os meios para o fazer." John Aglionby

Jul 6 Público: Henriques: O Fim do Timor Gap
Notícias de 23 julho
"Timor Leste receberá 90 por cento dos resultados da exploração e a Austrália os restantes dez por cento. Isto significa para Díli entre 880 e 1100 milhões de contos, garantidos durante 20 anos. Mas a Austrália não fica pior. Vai receber quatro ou cinco vezes esse montante, uma vez que tem sob o seu controlo a refinaria de todo o petróleo e gás proveniente das reservas. "O novo acordo sobre o Mar de Timor é um bom negócio para Timor Leste e um negócio ainda melhor para a Austrália", escreveu Galbraith (num artigo conjunto com Mari Alkatiri, que detém a pasta da Economia) no diário australiano "Sydney Morning Herald"." Francisca Gorjão Henriques

Jul 2 OTL: Refugiados; um recenseamento inútil e perigoso
Reportagem de 11 julho
"O recenseamento não atingiu nenhum dos seus objectivos: nem esclareceu o número de refugiados, nem os números dos que querem ficar ou voltar, nem deu a estes últimos a possibilidade de regressar a tempo para a inscrição no recenseamento eleitoral em Timor Leste, nem mesmo favorece a reinstalação na Indonésia visto que não distingue os que querem ficar dos que querem voltar logo que a situação o permita." Observatório Timor Leste

Jun 18 OTL: Transição e processo eleitoral
Reportagem de 23 junho
"o processo eleitoral progride nos seus aspectos a dominante administrativos (recenseamento, registo dos partidos) mas, nos domínios onde o papel dos Timorenses é ou devia ser preponderante (educação cívica e eleitoral, mecanismos de preparação da Constituição), o processo emperra. Muitos funcionários internacionais parecem não aprender tão depressa como Xanana Gusmão que: “a democracia não se ensina, pratica-se” " Observatório Timor Leste

May 17 OTL: Forças de Defesa de Timor Leste: custos da segurança
Reportagem de 8 junho
"A situação de instabilidade continuada (fortemente dependente do comportamento das milícias, Forças Armadas e governo indonésio) obrigou a comunidade internacional e os timorenses a alterar a posição inicial de não criação de FA para o território. Apenas 600 efectivos das FDTL serão treinados até finais de 2001, o que impõe a necessidade da continuação de uma presença de militares e observadores internacionais até que as milícias em Timor Ocidental sejam desmanteladas, desarmadas e os seus elementos levados a julgamento." Observatório Timor Leste

Mar 15 CNRT/CNP: Gusmão: O Regulamento Assinado pelo Dr Sérgio De Mello
Discurso de 18 maio
"Intervenção do Presidente do CNRT/CN, Xanana Gusmão na ocasião da assinatura, pelo Dr Sergio Vieira de Mello, Administrador Transitório, do regulamento sobre a eleição de uma Assembleia Constituinte para a elaboração de uma constituiçâo para um Timor Leste independente e democrático" CNRT/Congresso Nacional Presidência

Mar 12 OTL: Sistema de saúde: sustentável no futuro?
Reportagem de 14 abril
"O sistema de saúde actual corre o risco de ser pautado por metodologias e equipamentos inadequados à realidade timorense, sobretudo após a retirada dos técnicos e organismos estrangeiros. O desenvolvimento não tem de passar obrigatoriamente pela implementação de sistemas sofisticados de topo de gama. A preocupação deverá ir antes de encontro às reais necessidades e capacidades da população, de forma a poderem ser os timorenses a criarem as suas própria instituições e a definirem as suas prioridades. Provavelmente, os resultados seriam mais lentos e menos brilhantes a curto-prazo, mas com certeza mais sólidos e duradouros." Observatório Timor Leste

Mar 5 OTL: Partidos políticos e Forças pró-independência
Reportagem de 22 março
"Oito partidos apresentam-se sob a bandeira da independência. Dos cinco partidos criados em 1974, quatro foram levados a colaborar, mais ou menos, com o ocupante indonésio. A FRETILIN sempre se opôs à ocupação. Consciente da vantagem que adquiriu, a FRETILIN sente-se limitada na frente comum proposta por Xanana Gusmão, e quer partir à conquista do poder. Mas para alguns isso faz renascer a lembrança da guerra civil de 1974 e provoca apelos angustiados de Xanana Gusmão a favor da unidade nacional." Observatório Timor Leste

Fev 12 OTL: Movimentos e partidos Pró autonomia: evolução desde o referendo
Reportagem de 15 fevereiro
"O Governo indonésio proclama frequentemente que desarmou as milícias e que quer manter relações normais com Timor Leste independente; os actos e declarações acima reportados mostram que este sentimento está ainda longe de ser geral ou autêntico. ... A sociedade timorense tem formas tradicionais de resolução de conflitos, que incluem compensações materiais pagas pelo ofensor ao ofendido. Recorrer a essas formas tradicionais pode dar à noção de reconciliação um sentido mais perceptível e portanto mais autêntico para as duas partes." Observatório Timor Leste

Jan 20 OTL: Refugiados: Quantos são? Quantos querem voltar para Timor Leste?
Reportagem de 6 fevereiro
"Interesses políticos e económicos impedem uma contagem credível dos refugiados. As autoridades indonésias aceitaram a presença das agências humanitárias internacionais para receber as ajudas, mas pouco fizeram para o desmantelamento das milícias, que continuam a controlar os refugiados e os regressos, em estreita colaboração com militares indonésios e partilhando com eles os direitos de passagem exigidos aos que querem voltar para Timor Leste." Observatório Timor Leste

Jan 12 OTL: O petróleo do Mar de Timor e as relações Timor Leste-Austrália
Reportagem de 25 janeiro
"A História recente da atitude do Governo australiano revela que o petróleo do Mar de Timor foi colocado acima de qualquer outra consideração nas relações com os países vizinhos. A Austrália poderia beneficiar mais dum desenvolvimento harmonioso da região, tentando chamar a si os investimentos pelos quais está melhor preparada que os seus vizinhos." Observatório Timor Leste

Dec 22 OTL: Reconstruir infra-estruturas adaptadas e sustentáveis
Reportagem de 4 abril
"a chegada dum grande número de estrangeiros com necessidades de conforto e capacidades financeiras superiores levou à satisfação prioritária deste sector, ocupando edifícios e casas menos destruídas ou dando-lhe primazia na reconstrução e fornecimento de bens. Mais de um ano depois da chegada das NU, a imensa maioria dos timorenses, sobretudo em Dili, vive em ruínas." Observatório Timor Leste

Nov 30 OTL: Emprego e desemprego após um ano de intervenção internacional
Reportagem de 29 março
"A taxa de desemprego continua a ser preocupante, sobretudo nas cidades, por ainda se manter nos 80%. A situação é particularmente sensível em Díli, onde coexistem duas sociedades com modos e níveis de vida muito distintos. ... As qualificações dos candidatos aos empregos, em particular para a função pública, devem ser ajuizadas em função das realidades locais e não no âmbito de um quadro importado, estranho a essas realidades. É neste sentido que, desde a chegada da UNTAET, o conhecimento da língua inglesa se apresenta como uma qualificação prioritária para a administração das N.U., mas não para Timor Leste." Observatório Timor Leste

Nov 6 OTL: Transição, a meio caminho para a independência
Reportagem de 20 fevereiro
"Xanana Gusmão acusou a missão das NU de ter falhado no envolvimento dos timorenses no processo transitório para a independência. “Não estamos interessados numa herança de carros e leis, nem estamos interessados numa herança de planos de desenvolvimento para um futuro concebido por outros que não os timorenses. Não estamos interessados em herdar uma racionalidade económica que coloca de lado a complexidade social e política da realidade timorense, nem desejamos herdar os pesados mecanismos de tomada de decisão e implementação de projectos nos quais o papel dos timorenses é o de dar o seu consentimento como observadores ao invés de agentes activos que deveríamos começar a ser.” (Sidney Morning Herald, 10-10-2000)." OTL - Observatório Timor Leste

Out 2 2000 OTL: Educação, início do 1º ano escolar em Outubro de 2000
Reportagem de 27 junho
"Sob a administração indonésia, apenas 6% dos 6672 professores primários (timorenses e indonésios) possuíam as habilitações curriculares necessárias ao ensino (Columbia University, 1999). O teste de selecção ao qual foram submetidos os professores parece essencialmente visar a redução do seu número e, assim, do seu peso sobre o orçamento da educação. O corte drástico, para menos de metade dos efectivos, contradiz a proclamação do acesso à escola primária para todas as crianças. A relação professor/alunos, 1/55, não é de molde a melhorar a qualidade. As exigências do Banco Mundial para a qualidade das construções e mobílias – e financiamentos implícitos oriundos do TFET- não parecem ter equivalente nos meios humanos que dependem do orçamento corrente." Observatório Timor Leste

Set 14 2000 OTL: Agricultura, reabilitação e desenvolvimento
Reportagem de 17 maio
"Apesar de todos os condicionamentos resultantes da destruição de Setembro de 1999, quando os indonésios se retiraram de Timor-Leste, a actividade agrícola, a que mais depende dos próprios timorenses, é a que dá os maiores sinais de recuperação: em seis meses, a produção de cereais voltou a 75% do nível anterior e a do café aos 100%. ... A diversificação é a melhor protecção contra a insegurança alimentar da população, mas não parece preocupar os intervenientes externos que apostam no café." Observatório Timor Leste

15 de julho de 2000 Presidium da Juventude Lorico Asswain de Timor-Leste
Documento de 2 setembro
FRETILIN site: http://www.geocities.com/alextilman/presidiumjuventude0600_declfinal.html
" ... 1º Congresso Nacional da Juventude de Timor-Leste: ... A Juventude de Timor-Leste, filha legítima e heróica do Povo Maubere, cumpriu o seu importante dever durante o processo da luta da resistência contra a ocupação ilegal, quer na frente armada, como na frente clandestine e na frente diplomatica. Com o sacrifício de todo o Povo, a luta da resistência forçou a comunidade internacional a abrir os olhos para as flagrantes transformações do direito do Povo de Timor-Leste à autodeterminação e independência e, conseguiu quebrar os grilhues do poderio da ocupação militar e fascista indonésia. Uma luta determinante e heróica conseguiu levar-nos para uma nova fase, que é a da libertação do Povo de todas as formas de repressão e exploração e, também, para uma nova fase de luta que é a da reconstrução das estruturas sociais que viabilizara todo o Povo a viver livre da ignorância, doenças, repressões e explorações. ... " Juventude Lorico Asswain de Timor-Leste

25-27 de Maio de 2000 Mini-Conferência Da OPMT, Dili
Documento de 2 setembro
FRETILIN site: http://www.geocities.com/alextilman/conferences.html
" ... A  Mini-Conferência da OPMT, reunida de 25 a 27 de Maio do ano 2000, considerando os vários entraves sócio-culturais a emancipação da mulher, dentre os quais, se destacam o elevado grau de analfabetismo e a dominância dos valores patriarcais da sociedade timorense, decidiu propor a UNTAET:
- Para que crie mecanismos rápidos de alfabetização das mulheres. Saliente-se que numa população de aproximadamente 800 000 habitantes, 63% são mulheres. Desta percentagem da mulher, 64% é iletrada;
- Para que conceda facilidades de treino e formação técnico-profissional às mulheres da OPMT e, em particular, as viúvas de guerra;
- Para que conceda recursos e meios que permitam a OPMT educar e mobilizar a comunidade, a juventude e o homem na defesa dos direitos humanos da mulher;
- Para que introduza leis específicas na Constituição que protejam os direitos da mulher;
- Para que crie os mecanismos que promovam a criação de centros de apoio às vítimas de violência doméstica .... " OPMT: Organizacao Popular de Mulher Timor / The Popular Organisation of East Timorese Women

15-20 de Maio de 2000 FRETILIN: Conferência Geral De Quadros, DILI
Documento de 2 setembro
FRETILIN site: http://www.geocities.com/alextilman/conferences.html
" ... Tem hoje início a Conferência Geral de Quadros da FRETILIN que ao longo dos próximos dias se vai debruçar sobre a sua vida institucional, analisar a situação prevalecente em Timor-Leste e perspectivar os caminhos a seguir, para responder aos desafios, que o futuro nos coloca. Esta Conferência integra-se na dinâmica de crescimento e de reestruturação organizativa da FRETILIN que está consciente do seu papel, da sua responsabilidade e da sua força. Força que lhe advém do Povo, de Loro Sa’e a Loro Mono, de Taci Feto a Taci Mane, de Oé-Cussi, Ataúro e Jaco, como disso nos deram testemunho as reuniões distritais para eleição dos delegados a esta Conferência. A FRETILIN está ciente da incomensurável  determinação do Povo em garantir a Paz, a estabilidade e a unidade nacional. Consolidar a unidade nacional, reafirmar a Nação Maubere e construir um Estado de direito democrático em Timor-Leste são as grandes linhas e os objectivos programáticos que devem orientar sempre a actuação da FRETILIN, hoje, como há 26 anos atrás. A história da FRETILIN confunde-se com a História da Resistência á agressão e ocupação estrangeira. ... " Discurso de abertura do Coordenador Geral do Conselho Presidencial da FRETILIN Camarada Lu Olo



BACK DOOR Carta de notícias em Timor Leste
Índice principal (português) | Página de casa | Tetum língua | Língua de Indonésia
Web-site: http://members.pcug.org.au/~wildwood/ | Correio electrónico: bdtimor@gmail.com